Siga por Email

21 de junho de 2011

Leitura obrigatória

Esses dias eu estava lendo um artigo sobre as 1001 leituras obrigatórias antes de morrer... Linda o tema... De uma motivação interessante de leitura. 

Hoje a leitura no Brasil está associada ao filme que estreia no cinema. Leu aquele livro? - Não, mas vi o filme! Tudo bem que há filmes muito mais fascinantes que livros. É o caso dos best sellers que não vou citar aqui pra turma teen não me xingar, mas tem a ver com emos e vampiros. Mas um bom livro é o princípio de um pensamento livre. Ou de uma hemorróida latejante cada vez mais toda vez que você demora mais do que o necessário no banheiro.

Refleti sobre isso e percebi que no Brasil, esse tipo de assunto gera desconforto, afinal de contas, a média de leitura na vida de um brasileiro são dois livros, e a maioria dessas leituras não são feitas em bibliotecas ou salas de leituras, mas em vasos sanitários. Acredito que a biblioteca teria mais adesão se ao invés de ter poltronas de leitura, fossem instaladas aqueles chiqueirinhos de banheiros pra galera ficar ali pensando, enquanto faz a tal leitura. Então, resolvi dizer a minha lista de leituras obrigatórias antes de morrer:

- Edição 100 da antiga revista do Homem Aranha, quando Peter Parker se casa com Mary Jane depois de ficar umas dez edições anteriores dando uma de virgenzinha que não queria colocar a amiga em perigo.

- Qualquer revistinha da Turma da Mônica.

- Uma bula de remédios.

- Os dez mandamentos do ócio, pois ensina você a perder mais tempo do que realmente tem para perder.

- Manual de instruções do carro. Ali tem informações pra você não estourar o carro na primeira semana que tira da loja de carros.

- A programação da televisão. Porque é muito chato a gente ficar zapeando pelos canais sem saber o que tá passando. Pior ainda quando pega o programa ou o filme pela metade.

- A revista do banheiro que está no bidê ou embaixo da pia. Isso sim é leitura obrigatória, não importa o que seja, vale até catálogo de promoções de supermercado.

- Uma fábula qualquer, pra você citar essa fábula em alguma conversa em seu trabalho e demonstrar que você faz associações profundas em argumentações de vendas... ou não.

- O pequeno príncipe... Porque você precisa dizer para as pessoas que o livro de sua vida é um clássico sugerido pelo consciente coletivo.

Um comentário:

  1. É uma triste realidade! A longo prazo podemos considerar uma tragédia! Leio de 7 a 10 livros por ano e ainda acho que poderia ler mais!
    Beijo
    Luana.

    ResponderExcluir